Autoritarismo Afetivo

Código: 9788571372450
R$ 56,00
até 2x de R$ 28,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 56,00 sem juros
    • 2x de R$ 28,00 sem juros
  • R$ 56,00 Boleto Bancário
  • R$ 56,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

SINOPSE

Realizando uma interação do singular com o universal, do mais antigo com o mais moderno, da razão com a emoção, aproximando os espaços distantes e temporalidades distintas, o autor realiza uma espécie de ajuste de contas com o autoritarismo. Países que experimentaram uma via prussiana de passagem ao capitalismo (expressão cunha por Lênin para estudar o caso russo) foram e são vítimas de ciclos autoritários duradouros. Matemas da psicanálise são usados para interrogar, práticas, saberes e afetos pussianos (e, portanto, autoritários) que duram até hoje. Desde sua tese de doutorado (A questão social no Brasil: crítica do discurso político, Civilização Brasileira, 1982), o autor vem usando elementos da teoria psicanalítica como método de análise, em campos como a ideologia, a política e o direito. Em Autoritarismo Afetivo, Gisálio Cerqueira Filho refina seu método. A falta do Outro - esse real da psicanálise - que, Sigmund Freud descobriu na clínica e designou-a como castração, é aqui buscada no campo da cultura, investigada a partir da lógica, tanto do significante inscrita na ideologia e nas lutas históricas, quanto na economia do gozo.

 

DETALHES DO PRODUTO
 
  • Autor  Gisálio Cerqueira Filho
  • Editora ‏ : ‎ Editora Escuta; 1ª edição (1 maio 2005)
  • Idioma ‏ : ‎ Português
  • Capa comum ‏ : ‎ 136 páginas
  • ISBN-10 ‏ : ‎ 8571372454
  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8571372450
  • Idade de leitura ‏ : ‎ 12 anos e acima
  • Dimensões ‏ : ‎ 20.8 x 14 x 0.8 cm

Produtos relacionados

R$ 56,00
até 2x de R$ 28,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos

CARLOS EDUARDO PIKUSSA COMERCIO DE LIVROS ME - CNPJ: 09.346.870/0001-91 © Todos os direitos reservados. 2022

Fale Conosco pelo WhatsApp