Um Tempo Em Mim

Código: 9788582977583
R$ 40,00
até 2x de R$ 20,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
  • R$ 40,00 Boleto Bancário
  • R$ 40,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
SINOPSE
 

Conheça 5 poemas do livro Um tempo em mim, de Mariana Balieiro Mussoi:

 

As Conchas


    O dia respira 
    Desvendando o movimento das ondas
    Sobre o véu da noite.

    Estrelas caem no mar com magia,
    Iluminando águas cristalinas
    Tateando os cardumes, caminhos da vida.


    Seu rosto é nítido, resplandecente.
    Fito-te tão intensamente
    Que me perco
    Na sua imensidão.


    É hora do presente, alquimia dos ventos,
    Brisa do som,
    Do sim e do não,
    Do lá e do cá,
    Dos opostos.
 

Quanta beleza, delicadeza...

    São fortes,
    São frágeis,
    Perfeitas. Onde estão elas?
    

    As filhas do mar
    Repousam sobre a pele do homem
    Que deslumbra o paraíso.

 

***

 

Tempestade Calmaria

 

Tanta tempestade por aí
E aqui dentro calmaria.
Respiro forte e fundo
A esperança do nascer do dia.


Quanto barulho...Correria
Tirando o fôlego da nostalgia.
Atordoamento? Epifania?
E aqui dentro...Calmaria.

 

***

Aprofundando sobre o silêncio...


Só preciso do silêncio...

O silêncio que ampara, acalma, restaura.
Um silêncio continente, que é contorno de um em torno de si mesmo.
Nada se diz.
Nada se ouve.
Apenas se contém.

Silêncio pausa.
Silêncio alma.
Silêncio vento...
Tempo de si mesmo, para-si-mesmo.

 

***

 

Coração de mãe 


Coração de mãe é assim:
Bate aqui, bate lá,
Bate cá e acolá.
É um tum-tum sem parar.

Se pudesse abraçava e não soltava seus corações.
Se pudesse batia junto pra lá e pra cá.
Se pudesse sentia por seus corações,
Sorria e chorava
E só protegia.
Mas coração de mãe também precisa, a exemplo, voar e voar para que os seus corações possam sonhar, imaginar...

Coração de mãe vai viajar
Para poder voltar e os seus encontrar.

 

***

Passagem do tempo.

 


    A solidão existe e o silêncio me afaga,
    O silêncio da solidão.
    Os motores gritam 
    E a vida urge a todo momento:
    Dia – noite, noite-dia.


    A sensação de estranheza me invade a alma.
    Como podem existir concomitantemente
    Os opostos?
    O sim, o não, a dúvida?


    Posso me sentir em paz, se quiser.
    É assustador.
    Desconheço a sensação de tranquilidade,
    Ou ao menos não é essa a tranquilidade
    Que me recordo,
    Não aprendi assim.


    Como pensar neste meu único momento infinito?
    As lembranças me fazem companhia
    E podem me acarinhar
    Ninando-me nos braços.


    Talvez eu volte a dormir,
    Talvez sim, talvez não.
    Quero ver o dia e senti-lo.
    Experimentá-lo nessa Terra nova:
    Próxima, familiar e distante.

    É esperar o tempo
    Esperar o vento
    É só ter coragem
    E como tê-la?

    O tempo bastou.
    O presente se foi.
    E continuo respirando...
    Esperando.
                

 
 
DETALHES DO PRODUTO
 
Autor(es):      MARIANA BALIEIRO MUSSOI
Edição:          1ª EDIÇÃO - 
Dimesões:     21 x 14 x 1
Nº Páginas:   84
Capa:             BROCHURA
 
 
R$ 40,00
até 2x de R$ 20,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos

CARLOS EDUARDO PIKUSSA COMERCIO DE LIVROS ME - CNPJ: 09.346.870/0001-91 © Todos os direitos reservados. 2021

Fale Conosco pelo WhatsApp